segunda-feira, fevereiro 22, 2010 Margarida Lozano 2 Comments

Podemos ser muito [im]previsíveis de vez em quando


Há uns tempos ri-me com certos diálogos entre um homem e uma mulher. Ele pretende mostrar que realmente conseguimos ser tão [im]previsíveis como mulheres, e tão difíceis de entender.
Realmente tenho de concordar com ele.

Rio-me porque até eu não consigo compreender certas atitudes/pensamentos por parte das mulheres. Aliás, não compreendo é como conseguem pensar de forma tão distorcida.

Pensavam que entres nós, mulheres, compreendêssemos tão bem? Não.

Ri-me de um modo sarcástico num misto de sentimento de raiva quando li um diálogo entre ele e a amiga, em que esta acusava de ser uma seca viver com ele só porque fazia tudo em casa. 
Ora queixam-se que os homens não fazem nada em casa, ora queixam-se de que eles fazem quase tudo? Não entendo. 

Se calhar maior parte dos problemas poderiam ser resolvidos se fossemos menos inteligentes [estou a brincar]... É que tal como um amigo meu me diz: "as mulheres que são inteligentes conseguem ter mais ideias e fazer mais filmes para criar um certo problema"...

Não conseguimos ficar satisfeitas com o que temos e somos... Parece que estamos a espera uma perfeição inexistente. Ás vezes parecemos esquizofrénicas: teimamos em ver  e procurar algo que não existe. [sem ofensa]
 

Podes Também Gostar De...

2 comentários:

Be free disse...

Isso é verdade, as vezes nem nos proprias entendemos o que queremos...
:)

guida disse...

Mas são atitudes e formas de pensar tão........... Nem sei como definir. lol

Quem passar por aquele blog sem dúvida que saí de lá com "cara-de-parvo". Ora eu levo constantemente chapadas, sim porque aqueles diálogos femininos - para além de fazerem rir - já torna uma má reputação para as mulheres.
lol

Estou a exagerar?

Só um bocadinho [nada!]...