10 motivos que fazem do Outono especial

   

Quando Outono dá a sua entrada eu só penso em mil e uma coisas que me faz apaixonar por esta estação. Fico um tanto entusiasmada com as cores, os aromas, as mudanças, os paladares. Tudo isto são aspetos positivos que podem mexer connosco e faz sentido que tenhamos aquela vontade de tornar tudo mais intenso.

De tantos outonos que já passamos, é como se a cada ano fosse a primeira vez. Viver o presente e tirar partido das pequenas coisas é das formas mais inspiradoras que o "O Livro do Hygge" refere. Deixo aqui algumas razões que nos levam a gostar tanto desta estação... Pelo menos são razões que eu não dispenso. O segredo está em tirar o maior partido das pequenas coisas.



1. A mudança. Os novos cheiros de outono começam a pairar no ar, um novo clima aproxima-se e muitos de nós vê esta época como um (re)começo a vários níveis da nossa vida. Seja qual for a mudança, provoca o nosso estado de espirito. Há aquela necessidade de fazer algo novo. Sempre achei o outono como uma boa oportunidade de mudar algumas coisas, fazer resoluções, e sempre tive a ideia de que é uma época de novos começos. 

2. Pumpkin Spice. Mal o outono começa e a primeira coisa que vem a cabeça é Pumpkin Spice. Não há hipótese! Parece que de repente vemos abóboras por tudo o que é canto, seja em bebidas, nos produtos de beleza ou a decorar um espaço. As corridas até ao Starbucks começam a ser mais frequentes para termos o Pumpkin Spice Latte na mão. É absolutamente delicioso! Confesso que adoro este momento, em que uma simples abóbora pode elevar o meu espirito.




3. Chocolate. É o nome de um dos meus filmes preferidos. Em dias meios frios sabe tão bem beber um chocolate quente. Por vezes dou por mim no café Portela com aquela vontade de beber um delicioso chocolate de menta quente, e é na Fábrica das Verdadeiras Queijadas da Sapa, em Sintra, que encontro o  melhor chocolate quente de sempre! Esta iguaria por si só dá proporções tão agradáveis em nós que é impossível resistir-lhe.



4. Deleites de outono. Há uma infinidade de receitas que são inspiradas no outono. Tarte de abóbora, cupcakes/muffins de abóbora, chocolate quente, maçã doce, cidra de maçã, compota de abóbora, snacks salgados, entre outros deleites que nos fazem largar a imaginação. Há receitas que para além de serem deliciosas também são giríssimas para se fazerem com as crianças, basta apenas pesquisarem "fall treats". A abóbora, maçã e canela são as grandes anfitriãs do outono. 



5. O abraço de uma manta ou sweater. Aquele momento tão aconchegante que nos faz apreciar pequeninas coisas do nosso dia. Nada como instalarmos no sofá com uma manta quentinha e a ver um filme ou simplesmente ler um livro. E a chuva como cenário? Yes, please! 

6. Aromas/fragâncias. Nesta estação gosto bastante de caprichar nas velas e incensos. Tanto gosto de florais como em cheiros mais "quentes" que relembram esta época. Não tenho preferência por marcas específicas, para mim o que importa é a fragância que paira no ar.



7. O estalar das folhas. Penso que não serei a única pessoa a querer pisar de propósito aquelas folhas acabadinhas de caírem no chão, só para ouvir o "estalar" em cada passo... Estar rodeada de diversas cores que as folhas vestem é um dos prazeres que aprendi a saborear para tornar o dia mais feliz.

8. Castanhas assadas. O fruto do outono mais cobiçado pelos portugueses e apreciado pelos estrangeiros. Um fruto seco que torna esta época ainda mais especial. Nada como desfrutar a chuva ou o frio enquanto vemos as castanhas a assar pelos tradicionais assadores que se encontram na rua. Aquelas castanhas quentinhas enroladas num canudo de papel.



9. Decoração. Não só porque é a transição de uma época, esta também provoca a vontade de fazer algumas mudanças de decoração. Seja nas almofadas, na colocação de mantas quentinhas, as velas decorativas com as próprias cores do outono, queremos que novos aromas pairam no nosso lar... Sendo que nesta época os cestos de palha estão a ser muito procurados e dão um ar mais acolhedor a casa.

10. Halloween. Nem toda a gente celebra e gosta do Halloween, mas penso que é mais uma celebração a tomar para nos divertir. Tenho visto muitos pais que entram na "onda" dos filhos em se quererem mascarar, e é bastante giro ver uma família a entrar no espirito Halloweenesco. Entre filmes de terror ou suspense a idas a eventos de Halloween, só posso dizer: divirtam-se e aproveitem o momento. 



Welcome my little Noah




Hoje estava previsto ser a chegada do nosso pequeno Noah. 11 de Setembro. Noah faz 22 dias, quis conhecer o mundo mais cedo. E veio com total tranquilidade que se pode ter. Não me surpreendi por essa tranquilidade, já no meu ventre ele mostrava-se ser assim... Estava a acabar uma licenciatura, onde é inevitável sentirmos stressados, e ele próprio ensinou-me a ter controlo, a manter a minha calma.  

Mas que amor é este? - Pergunto quando olho para ele pela primeira vez. É aquele amor arrebatador, difícil de definir porque não se define, simplesmente sente-se. O primeiro toque, nunca se esquece. Aqueles olhos bem abertos a olharem para mim, calmo e sereno, a tentar perceber da realidade à sua volta.

No meio de tantas emoções, só ocorreu-me dizer "amo-te com todo o meu ser". Aquele segundo que muda as nossas vidas, minhas e do papá. Tudo o resto flui com uma doçura impressionante, pois estes 22 dias fez-nos enriquecer de uma maneira inexplicável... Temos uma viagem infinita pela frente.

O "toque"



Tenho em mim uma autêntica piscina olímpica... E nele está um pequeno nadador que se diverte. Aquele que me faz deitar lágrimas com a melhor descoberta de sempre!

"Qual é a sensação de sentir os pontapés na barriga?" - Não há pessoa curiosa que não pergunte, e eu era uma delas. Agora compreendo como é difícil descrever essa sensação. Penso que seja esse o propósito: sermos nós a fazer essa descoberta. Nunca pensei que fosse a melhor sensação de sempre e, como mães de 1ª viagem, é como se fizéssemos a maior descoberta. A sério!... A MAIOR.

Este pequeno envia-me descargas eléctricas de felicidade por cada pontapé. Estes subtis e atrevimentos toques que me deixam deliciada e me fazem sentir unicamente... "Mãe".


5 lugares perfeitos para fazer piqueniques em Lisboa


Para mim a primavera é sinónimo de piquenique. É aquela estação que provoca a vontade de se estar estendido na relva, á volta de incontáveis árvores e flores, e se possível naqueles dias solarengos com brisa fresca. Há dias em que simplesmente acordo e digo: "vamos fazer um piquenique!", e vamos!.. Sem planos e sem pressas. Por isso reuni alguns locais favoritos em Lisboa.

↠ Parque da Quinta das Conchas (neste parque podem aproveitar para trocar um livro que não dão uso por outro livro que está numa estante perto de um café)

Parque José Gomes Ferreira (possui zonas de merendas com grelhadores, caminhos pedonais, um parque infantil e uma esplanada)

Jardim Botto Machado (com uma vista linda sobre Santa Apolónia)

Miradouro e Jardim do Torel (no alto de umas das sete colinas de Lisboa junto ao primeiro elevador da cidade)

Parque dos Poetas (parque em Oeiras dividido em 3 zonas, onde cada espaço do poeta (escultura) está decorado conforme a sua característica)



OFF SIGHT: Casa Abandonada em Sintra

 


Curiosos para verem mais? Então passem pelos seguintes blogs:
  

"... Porque és uma menina"

 


"... Porque és uma menina" - Recordam-se desta frase?
Desde pequenas que são muitas as vezes que nos relembravam sobre o facto de sermos "meninas", em diversos contextos. Desde ao vestuário até a tarefas domésticas.

Vamos começar pela parte "fantástica": as tarefas domésticas. Existem tarefas adequadas à idade da criança... E é importante salientar que se deve incutir certas tarefas desde os 2/3 anos de idade - a arrumar os brinquedos, a levantar a mesa, pôr a roupa no cesto, etc., incrível não é? Mas mais importante ainda é aplicar estas tarefas a TODAS as crianças... não só a meninas, só porque o são.



Desde pequena que tudo tinha que fazer sentido para mim. Então se mal começavam a utilizar a típica frase "... porque és uma menina" após eu questionar se os meus irmãos iriam fazer o mesmo (nem que seja para lavar a loiça ou colocar a loiça na mesa), estava o caldo entornado. Não fazia, porque não era a forma adequada de me incutirem essas tarefas; para mim era uma injustiça fazer tarefas domésticas, que a todos deve ser aplicado, com a justificativa de que sou menina (mulher).

É um estereótipo que faz-me sempre muita confusão, entranhada por uma "espécie" de tradição de que o dever das mulheres era estar em casa a fazer as tarefas domésticas enquanto que os homens trabalhavam. Ainda me lembro do livro da 2ª classe a ensinar-nos esta norma.  Norma essa que até para o meu pai era ridículo, pois nunca foi pessoa de ficar "sentada no sofá" enquanto que a minha mãe cozinhava... Aliás, maior parte das vezes faziam as tarefas juntos; da mesma forma que a mulher tem o direito a trabalhar, a votar, etc..



Hoje em dia é cada vez mais inaceitável guiar-se pelo género no que toca a incutir esta educação. Deve-se sim aplicar adequadas tarefas desde pequeninos e a todas as crianças, sem exceção.
E não se preocupem mamas e papás se acharem que estarão a fazer dos vossos meninos menos homens! Antes pelo contrário, eles darão valor a estes gestos.

 "... Porque somos uma família e ajudamo-nos uns aos outros"
Sim, esta é a frase assertiva. Até porque traria mais efeito em mim quando era pequena, sem levarem com a minha teimosia.
Se tiverem interesse em saber quais as tarefas adequadas à idade da criança basta pesquisarem pelo método Montessori.



OFF SIGHT: Locais abandonados (Sintra)

 












Curiosos para verem mais? Então passem pelos seguintes blogs:
A Viver a ViajarA Girl in Mint Green | Jiji | Joan of July | Raining Day and Mondays | Espiral em Flor | Meek Sheep | Fashion Noir

OFF SIGHT: Casa abandonada (Sintra)



OFF SIGHT é um projeto super interessante que consiste fotografar locais abandonados. Confesso, mal a Marta falou sobre a ideia fiquei extremamente aliciada e tinha a certeza que iria ser brilhante!
Então passou a ser um desafio, o de fazer parte deste projeto como convidada, juntamente com mais nove bloggers.

Explorar casas abandonadas não era novo para mim, ainda me lembro de criança entrar em casas abandonadas com a curiosidade de saber como são... Ainda hoje passo por algumas e pergunto como será o interior delas. Acho que o ponto mais alto será quando visitar um hospital abandonado. Mesmo!



Esta casa abandonada está situada nas Escadinhas do Hospital, mesmo no coração de Sintra. Acreditem quando digo que há imensas casas abandonadas em Sintra, prontas a serem exploradas por curiosos(as) como eu. Juntamente com a Marta, a Raquel e a Lucie, fomos explorar algumas delas, e encontramos este "mimo" de casa por ter cantinhos pequenos e, imaginando-a "recheada" e limpa, seria certamente muito acolhedora!






Curiosos(as) para ver mais fotografias de locais abandonados? Basta fazerem click nas páginas das bloggers mencionadas a seguir.



Happy Birthday




Penso que não faria sentido não fazer algo pelo blog quando neste momento está a completar 13 anos de existência. O que acham da nova imagem do blog? As mãos da Ana Garcês deram um toque de magia e o resultado está como eu queria: mais clean, simples, organizado, e apelativo. 

Quando eu penso nestes anos todos que passaram dou por mim a lembrar no que já conquistei... Sim, todos os anos é uma conquista e vale a pena lembrarmos do nosso potencial, principalmente quando levamos uma vida inteira a ouvir "o que é que não somos capazes". Portanto, em qualquer projeto ou objetivo que tenham, o segredo é não desistir e ser persistente.
   

DIY Pumpkin Pie Spice

   

   
Quando o Outono bate a porta convida-me para duas coisas: comer castanhas assadas e tomar um Pumpkin Spice Latte. 
Hoje eu vou falar sobre como fazer pumpkin pie spice. É um ingrediente bastante agradável para ser usado no outono. Eu uso para a tarte/bolo de abóbora, para o famoso pumpkin spice lattemuffins, panquecas, etc.. Há muitas receitas que tu podes fazer se usares esta especiaria.

When the autumn knocks on my door invites me to two things: eat roasted chestnuts (Portugal's tradition) and drink a mug of Pumpkin Spice Latte. 
Today I'm gonna write about how to make pumpkin pie spice. It's a really nice ingredient for baking in the fall. I use for pumpkin pie/cake, pumpkin spice latte, muffins, pancakes, etc.. There is many recipes that you can do with this spice.







2 colheres de sopa de canela em pó (tablespoons ground cinnamon)
½ colheres de sopa gengibre em pó (tablespoons ground ginger)
2 ½ colheres de chá de cravo em pó (teaspoons ground cloves)
½ colheres de chá de nós moscada em pó (teaspoons ground nutmeg)
½ colheres de chá de pimenta-da-jamaica em pó (teaspoons ground all spice) 

Basta apenas misturar as especiarias num frasco pequeno. Tem um cheiro maravilhoso!   
You just need to mix the spices together in a clean small jar. Hope you like it!


Bloggers Camp 2016

  
  

O Bloggers Camp tornou-se um evento surpreendente que começou pela determinação de três bloggers, e tem vindo a despertar cada vez mais a curiosidade das pessoas. Pela 2ª vez tivemos oportunidade de estar com bloggers, as quais já tínhamos alguma afinidade, e conhecer novas pessoas. Mas a essência não está só aqui. 




Lisb.On foi o hostel de eleição para que tudo acontecesse: desde os workshops, os ateliers até ao convívio e a vontade de aprender. Este projeto foi acreditado por várias marcas, as quais se tornaram sponsors.



  
 Houve uma actividade que particularmente fez as delicias, com o propósito de caminhar pelas ruas do Chiado e conviver com pessoas que desconhecíamos... Partilhamos sorrisos e gargalhadas que nos soube pela vida, ficamos surpreendidos pela colaboração das pessoas, portuguesas e estrangeiras, que foram super simpáticas, e aproveitamos para passear um pouco pelas ruas. 

   

Workshop "Fotografia de produto e flat lays"

Podem aproveitar para ver algumas fotografias aqui, para que vos dê a vontade de participar no próximo evento em 2017. Para quem ainda não participou nas edições anteriores, vale muito a pena! Basta ter a vontade de experimentar coisas novas e conhecer pessoas fantásticas.