Amor #2

sexta-feira, outubro 07, 2011 Margarida Lozano 6 Comments

(continuação)


 
E podemos estar no meio de uma multidão e não dar-nos conta disso. Estarmos sozinhos e nem percebermos. Faz-nos mais pacientes e ao mesmo tempo antes sem paciência do que aproveitar cada novo segundo de uma forma duplicadamente única. Ouves música quando nem sequer há e subitamente descobres que sabes dançar sem sequer teres aprendido. E atinge-nos a todos sem excepção. Do novo ao velho, em qualquer cidade, rua, coração... O amor tem esse poder, o poder de nos desarmar.
E sem armas seguimos, aprendemos novos caminhos, descobrimos a nós no outro, desaprendemos para aprender, perdemos para ganhar, e soltamos para amar.
- O amor é um sonho - 

Podes Também Gostar De...

6 comentários:

Ritinha disse...

E o sonho é um pedido do coração...

Beijinho

Panda disse...

:D bonito!

Marta disse...

WOW! Que bonito!

...Ju... disse...

amar transforma o melhor que há em nós: até dançamos sem nunca termos sabido como faze-lo, mesmo sendo uns pés-de-chumbo!

Sofia disse...

E é tão bom sentirmo-nos desarmados, sentir efectivamente o que significa a entrega e a partilha. O estar dentro do coração do outro.
Beijinhos

Sutra disse...

É bom sonhar!! :)

beijo
Sutra