Não é de todo um post feminista

sexta-feira, abril 16, 2010 Margarida Lozano 5 Comments




Tratar das mãos ou unhas não é um cuidado que implica só a mulher ter. Especialmente os homens deveriam ter todo o cuidado com as suas. Alguns homens até podem pensar "para quê?", mas certamente não é bonito andar com os/as dedos/unhas todos/as "roídos/as", unhas amarelas, com alguma sujidade [que ás vezes costumo ver nas mãos deles]... E não pensem que uma mulher não nota essas coisas.

Aqui estão algumas dicas [caseiras] para ter unhas bonitas ao natural:
  • O limão é uma boa escolha para branquear as unhas, basta mergulha-las;
  • Caso as unhas tenham tendência para se "escamarem", utilize óleo de germe de trigo ou óleo rícino;
  • Para unhas quebradiças: mergulhe-as num azeite morno;
  • Certo tipo de alimentação também ajuda a que as unhas fiquem mais fortes e mais bonitas, como por exemplo os legumes, o peixe, a fruta e os lacticínios. 

  

Podes Também Gostar De...

5 comentários:

Jo disse...

Boas dicas! ;)



Bjo

Coelha disse...

Ora nem mais! Espero que muitos homens leiam isto...
Acho que pior´mesmo... É a sujidade nas unhas. :S
Beijinhoooos*

A do giz disse...

É que rejeitei, sem querer, o comentário que me fizes-te e ainda por cima não o li =/
Beijinhos

guida disse...

Jo: obrigada! ;) beijo

Coelha: Sim, definitivamente o pior! lol É que eles não têm mesmo a noção o quanto as unhas são horríveis quando não são cuidadas... é que de certeza que muitas mulheres têm reparado tanto! Enfim... Beijinhos ;)

A do giz: já percebi ;) respondi a mensagem. beijão

A do giz disse...

Tens toda a razão eles todos os anos fazem novos concursos com milhares de vagas e cursos. Mas existem vários cursos para váriadas especialidades desde o mais conhecido piloto aviador ao mecânico. Infelizmente a minha decidio não aparecer, mas pronto, digamos que na verdade até que era demasiado cedo e prefiro colecionar mais "pontos", digamos assim. Pensando bem secalhar aquele soco no estômago foi apenas o choque, porque as consequências do mesmo até acabam por me beneficiar.

Em relação a casa, sim, estou bastante contente pois finalmente após o atribulado divórcio dos meus pais a situação acalmou e já estamos numa situação mais estável.

Agora o computador, o caso é outro, a verdade é que desde que tenho o meu primeiro computador a minha sorte com eles não tem sido muita, não. Já me acusaram de falta de jeito, mas modestias a parte eu tenho bastantes conhecimentos na área, para além de que tenho uma enorme cuidado com eles. Mas pronto equanto a minha sorte não muda e as economias por aqui não crescem estou confinada ao velhinho aqui da sala.

Beijinhos (Bem, mas que grande comentário!)